Os Padrinhos e as Madrinhas da DOCE

Falar na Pascoa é também falar de madrinhas, padrinhos e afilhados.

A DOCE – Associação Nacional para Divulgar e Orientar para Combater e Enfrentar a Tay Sachs e outras Gangliosidoses, apresenta oficialmente as suas madrinhas e os seus padrinhos (imagem abaixo):

Aqueles que entenderam e decidiram dar o seu contributo publico em prol dos objetivos da DOCE; aqueles que decidiram que a vida das nossas DOCEs crianças importa; aqueles que entenderam que a nossa DOCE associação se pauta por valores essenciais.

Mas os Padrinhos também acompanham no crescimento da DOCE, verificam a sua orientação, criam vínculos de credibilidade, confiança e assumem responsabilidades na luta.

A luta para salvar as nossas crianças depende de todos nós: depende da forma como, todos juntos, pedimos mais investigação; depende como, todos juntos, ajudamos estas famílias a superar o dia-a-dia; depende como, todos juntos, ajudamos também o Estado a criar melhores respostas paliativas.

Estas doenças, embora antigas, saem agora da escuridão do anonimato, por causa das crianças que teimam em sorrir e as suas famílias que teimam em não desistir e, por causa das nossas madrinhas e padrinhos que, com a sua sensibilidade, compaixão, inconformismo, credibilidade e capacidade de chegar onde outros nunca conseguiriam, abraçam os nossos filhos, erguem-nos nos seus braços e gritam bem alto: “Desistir não é opção!”