“A Fabiana nasceu com 38 semanas de parto normal a 31 de Julho de 2007. 

Desde sempre foi uma criança saudável e feliz, sempre  com um sorriso no rosto!

Começou a falar com 10 meses e a andar aos 15.

Aos 4 anos começou a gaguejar e a pediatra recomendou terapia da fala, que começou logo a fazer.

Por volta dos 5 anos começou a cair muito e aos 6 foi internada para um estudo, visto que, não se viam melhorias com a terapia.

Esses estudos foram inconclusivos, então, como o Hospital de Braga não conseguiu dar resposta, a Fabiana foi transferida para o Cmin no Porto.

Aos 7 anos a Fabiana deixou de falar.

Passaram-se anos de tortura para a Fabiana e para nós, pais. A nossa doce Fabiana foi submetida a vários exames: biopsia, punção lombar, Rm, EEGs….

Fomos a vários médicos de várias especialidades e ninguém nos conseguia explicar o porquê de isto estar a acontecer com a Fabiana. Aos poucos fomos “perdendo a nossa Fabiana”.

Até que, depois de vários diagnósticos errados e após 6 anos de incertezas, a 13 de Março de 2018, chegou o terrível diagnóstico: Tay-Sachs, gm2.

Actualmente a Fabiana faz terapia ocupacional, terapia da fala e fisioterapia.

Frequenta o ensino especial, e tem uma incapacidade de 98%.

Apesar de tudo a Fabiana continua a sorrir para a vida!!